Confira as orientações do Procon-SP antes de comprar na Black Friday

Atenção na hora de adquirir itens evita problemas posteriores ao período de compras.

Com a aproximação da Black Friday, os consumidores ficam mais empolgados com as ofertas que começam a surgir nas lojas. Mesmo com a mudança no ritmo de vendas, o mercado projeta que a edição deste ano da semana especial pode bater recordes novamente, especialmente, no setor de tecnologia. 

Orientações Procon Black Friday

Muitas lojas tiveram que investir pesado nos ambientes digitais, como forma de sobreviver no mercado. Assim, ela se deparam com um perfil de consumidor mais exigente e conhecedor dos seus direitos. Se você ainda não está dentro desse perfil, saiba que seguir as dicas do Procon-SP pode te poupar muita dor de cabeça. 

Monitore com antecedência


Grande parte das reclamações de quem desacredita na Black Friday são os preços enganosos. Existem lojas que aumentam os valores semanas antes do evento, vendendo um produto na quantia antiga, disfarçada de desconto. Registrar os preços e apresentá-los no momento da compra pode ser uma segurança a mais.

Ficar de olho nos produtos desejados semanas e até meses antes é uma boa forma de evitar frustrações com relação ao preço pago. Com a internet, ficou muito mais fácil ter acesso aos diferentes comparadores e até aos aplicativos que monitoram os valores por você, enviando notificações conforme os descontos vão sendo aplicados. 

Compare produtos de diferentes marcas


Principalmente, nos produtos eletrônicos, você deve observar as principais características que deseja e comparar os itens semelhantes de diferentes marcas. Uma marca menos conhecida pode oferecer um produto tão bom quanto uma loja renomada, e por um preço bem menor.

Se você quiser adquirir um produto muito específico de determinada marca, pesquise-o em diferentes lojas. Conforme o estoque vai acabando, os estabelecimentos baixam ainda mais os preços, então, é possível economizar de verdade esperando mais um pouco para fazer as compras. 

Verifique a segurança do site da loja


Com o aumento gigantesco nas vendas on-line, desde o começo do ano, os consumidores tendem a continuar preferindo as lojas virtuais, seja pela facilidade em poder comprar pelo próprio celular ou pela preferência por produtos mais personalizados.

Se você tem o hábito de comprar pelo e-commerce, verifique a segurança da página em que está navegando. Na barra de endereço do navegador, os sites confiáveis mostram um símbolo de cadeado, indicando que seus dados correm um risco muito menor de serem usados de forma maliciosa.

Caso você esteja comprando com cartão de crédito, tenha certeza de que o ambiente de compras exiba certificados de segurança e desconfie de qualquer solicitação de informações pessoais suspeita ou excessiva. Em caso de dúvidas, entre em contato com o Procon-SP e outros órgãos de proteção.
 

Preste atenção em prazos e condições de troca


Como muitas das mercadorias vendidas durante a Black Friday são ponta de estoque, algumas lojas não oferecem a opção de troca, até porque o fluxo logístico para atender à alta demanda levaria muito tempo.

Dentro da loja ou no site, olhe com calma o produto, verifique possíveis defeitos ou falta de componentes. Se forem eletrônicos, exija da loja um prazo para trocas ou devoluções, em caso de falhas técnicas. Muitas lojas deixam de oferecer determinados tipos de garantia durante o evento, então, sempre tenha certeza disso antes de comprar.
 

Fique de olho no pagamento


Sobretudo, nas lojas físicas, o grande movimento e a correria para atender ao máximo de pessoas acaba diminuindo a atenção nos valores e nos recibos. Na hora de fazer o pagamento, confira o valor no caixa e na máquina de cartão. Qualquer alteração pode ser contestada, inclusive, nos preços que você registrou antes de ir às compras.
Postagem Anterior Próxima Postagem